Mysteries
""
theme ©
“Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana.”
Albert Einstein.  (via n-o-v-o-h-e-r-o-i)

“Culpa da tua boca. E, nossa, que boca.
(via botecou)

“Eu juro que não. Eu nego. Com a boca, digo não. Hoje, não. Negativo. Agora não. Não dá mais. Não pode ser. Não. Nem pensar. Não, eu disse. Porque não. Não, não e não. Repassando - não. Não, mas obrigado. Quando digo não é não. Pela última vez: não. Aí você abre a porta e tudo muda de figura. Ah, não.”
Gabito Nunes.  (via a-interrogada)

“Palavras são erros e os erros são seus.”
Legião Urbana  (via a-interrogada)

 

Sendo envenenada silenciosamente…sinto algo forte e ardente… Vai me corroendo por dentro, me queimando, destruindo meu coração. E dói, dói mais do que eu possa suportar, é como flechas acertando meu peito. E eu vou perdendo a força lentamente… Já não posso mais gritar, estou sem forças. Não há métodos de voltar atras, mas se tivesse, eu também não voltaria. A dor da tristeza é a pior dor que tem, e ela vai matando aos poucos, e eu só resolvi antecipar minha morte. Eu não sei pra onde vou após morrer, mas de qualquer forma qualquer lugar é melhor do que aqui. Sei que vai ter pessoas chorando no meu velório, mas como eu queria aparecer e dizer: ‘tarde de mais’!!!  Ninguém foi capaz de sorrir ou chorar verdadeiramente comigo durante a minha vida, ninguém se importou uma se quer vez comigo de verdade. Então porque vão gostar de mim quando eu me for? Babacas, sim, o ser humano é o pior ser que existe na terra, é fácil dar valor só quando se perde né! Não quero flores no meu caixão; se nunca recebi quando viva, por que receber quando morta? Quero mesmo todos normais, como se nem estivessem me vendo sendo enterrada, afinal, já sou acostumada a ser invisível mesmo. Só peço que enterrem comigo meus diários, textos e livros que escrevi, estes são parte de mim, sempre foram minha companhia, meu único refúgio.

-Gabi
Agora, quase sem forças para escrever, sinto meu coração parando de bater, e uma lágrima está caindo, como despedida desse mundo frio e cruel…Sei que partirei para um lugar melhor. Adeus, espero não mais voltar.